Em formação

Raças de galinhas: Bielefeld

Raças de galinhas: Bielefeld

Origem, difusão e características econômicas

Raça alemã (região de Bielefeld) com dupla atitude.

Características morfológicas

Possui uma crista simples, caxumba tarsi vermelha e pele amarela. Ovos marrons.
Coloração auto-sexadora (Crele): pescoço de ouro Sparrowhawk e pescoço de ouro prateado.
Peso médio:

- Gaules 3,0 - 4,0 kg
- Galinhas 2,5 - 3,25 kg

Galo da raça Bielefelder

Galinha Bielefelder

Padrão da raça - FIAV

I - GERALIDADES

Origem
Região de Bielefeld; criado na década de 70 do século XX.

Ovo
Peso mínimo g. 60
Cor da concha: marrom.

Anel
Galo: 22
Galinha: 20

II - TIPO E ENDEREÇOS PARA A SELEÇÃO
Raça auto-sexável precoce e rústica, com boa postura de ovos marrons grandes.
Edredom de pintos do dia; machos amarelos ocres com barras dorsais marrons claras e manchas brancas de pardal na cabeça; fêmeas castanhas claras com espinha dorsal marrom escura apoiadas e algumas pequenas manchas pardal na cabeça.
Tamanho grande com linha traseira longa e horizontal e ângulo da cauda obtuso; hábito mal médio-alto e pernas tão menos visíveis quanto possível.

III - PADRÃO
Aparência e características gerais da raça

1- FORMULÁRIO
Tronco: alongado, de forma cilíndrica; transportado na horizontal.
Cabeça: não muito grande.
Bico: forte, comprimento médio; cor amarelada do chifre.
Olhos: íris laranja-vermelho.
Crista: simples, com 4/6 dentes cortados até a metade da lâmina; o lobo não deve repousar na nuca. Na galinha reta, em deposição permitida pendente.
Bargigli: oval; de um tamanho bem proporcional ao da crista.
Rosto: nu e brilhante.
Caxumba: alongada; de tamanho médio; vermelho.
Pescoço: ligeiramente curvado; Forte; capa abundante.
Ombros: largos, pouco evidentes e bem arredondados.
Dorso: longo e horizontal. Garupa grande, arredondada lateralmente; cheio, sem formação de rolamentos.
Ali: tamanho médio; bem fechado e bem fechado para o corpo; ligeiramente arredondado no punho da asa.
Cauda: timoneiro grande, coberto com foices de comprimento médio; transportado em ângulo obtuso.
Peito: profundo e largo; ligeiramente proeminente, bem arredondado. Na galinha, muito arredondada, larga e ligeiramente proeminente.
Pernas: curtas; amplamente diferente da plumagem dos quadris. Tarso de comprimento médio, sem penas; Histórias de detetive; na galinha poedeira é admitido um amarelecimento do tarso. Dedos fortes e bem abertos.
Barriga: cheia, larga e bastante profunda. Na galinha muito larga e profunda.

2 - PESOS
GALO: Kg. 3,0 - 4,0
HEN: Kg. 2,5 - 3,25

Defeitos graves:
Tronco triangular, estreito e leve; costas curtas ou côncavas, peito alto plano ou carregado; cauda altamente detectada; hábito muito alto; barriga insuficientemente desenvolvida na galinha; branco na caxumba.

3 - PLUMAGEM
Conformação: penas de bom comprimento; pequenos inchaços tolerados.

IV - CORES

SPARVIERO DO PESCOÇO DO OURO
GALO
Capa e sela, parte superior das costas, ombros e pequenas capas das asas amarelas avermelhadas, com design cinza-pardal-falcão. Tonalidade cinza claro tolerada nas costas. Remiges secundários sparrowhawk cinza-branco-marrom.
Primárias em dominância cinza com um design leve de pardal-falcão. Peito e barriga amarelo a avermelhado com design de falcão pardal cinza claro, reflexões acinzentadas claras toleradas. A cauda é cinza, com desenho de gavião, reflexões marrons toleradas.
GALINHA
Plumagem da pelagem de salmão dourado vermelho com design de gavião pardal cinza-azul que parece um pouco flocado e que pode assumir a forma de lantejoulas nas capas das asas. Capa dourada com chamas ligeiramente intercaladas com um design de falcão pardal cinza claro. Peito amarelo avermelhado, uma borda amarelada na plumagem do casaco não deve ser considerada um defeito.
Defeitos graves:
Galo: peito e barriga de gavião cinzento e ausência de cor amarela na plumagem do casaco; capa fuligem; remiges brancos; um ou mais em forma de foice inteiramente branca.
Galinha: cinza muito pronunciada na plumagem da pelagem; parte de trás da cabeça negra; traços cinzentos no peito, barriga e costas; peito diferente do amarelo avermelhado.

SPARVIERO EM PRATA
GALO
Cabeça branca prateada, capa e garupa com design de pardal cinza intercalado dentro das penas. Costas brancas prateadas, ombros e pequenos abrigos de asas com design de pardal cinza mais ou menos visível. Timoneiro, remadores primários e barbas internas dos secundários, com um design grosseiro de pardal; não muito claro, adaptado ao tamanho da caneta. Barbas externas de remigas secundárias brancas prateadas que formam o triângulo da asa. Os grandes abrigos de asa (bandas de asa) são falcão-cinzento, parcialmente com bordas brancas. Peito, pernas, abdômen e cauda com design alternativo de pardal falcão cinza claro e escuro, ligeiramente arqueado e sem delimitações claras.
GALINHA
Cabeça branca prateada e capa com desenho de pardal cinza escuro dentro da pena, é tolerada uma sombra mais escura na nuca. Peito de salmão até manchas avermelhadas, brancas em algumas penas toleradas. Plumagem de pelagem com design alternativo de falcão pardal cinza claro e escuro, ligeiramente arqueado, sem delimitação parcialmente clara e com lapidação levemente cinza. Bordas prateadas estreitas de penas são permitidas. Remadores e penas de cauda um pouco mais escuras, com um design comum de falcão-pardal grosso.
Defeitos graves:
Gallo: reflexos amarelos, ausência de desenho de gavião na capa e na garupa; ferrugem nos abrigos das asas.
Galinha: manchas marrons na cabeça e no pêlo; ferrugem nas asas; ausência do desenho do pardal na capa; parte de trás da cabeça preta.


Vídeo: Qual melhor raça de GALINHA para iniciar minha CRIAÇÃO? (Pode 2021).