Em formação

Raças de frango: índio gigante brasileiro

Raças de frango: índio gigante brasileiro

Origem, difusão e características econômicas

Raça nativa do Brasil.
Descendente dos lutadores, raças puras (Shamo e da Malásia) e frango caipira brasileiro (sem raça definida).
Põe ovos de tamanho médio a grande, brancos, bege, vermelhos, azuis e verdes (peso: 55 a 75 g).
Colocação anual: cerca de 160 ovos.

Características morfológicas

Dimensões: grande.
Altura mínima:
- Portugal: a partir de 100 cm
-gallina: de 85 cm

Peso médio:
- Galos com mais de 4,5 kg
- galinhas com mais de 3,0 kg

Índio gigante brasileiro (foto Gianluca Corona)

Índio gigante brasileiro (foto Gianluca Corona)

Índio gigante brasileiro (foto Gianluca Corona)

Índio gigante brasileiro (foto Gianluca Corona)

Padrão da raça

O padrão da raça da gigante indiana ABCIG - Associação Brasileira dos Criadores da Gigante Indiana, registrado em 1º de abril de 2012

Família: Phasianides: Phasianinae

Espécies de Gallus domesticus

Raça: Origem GIGANTE INDIANA

País de origem da raça: o Brasil descendia dos lutadores, raças puras (Shamo e da Malásia) e frango brasileiro Caipira (raça indefinida).

Características morfológicas: (fisiologia): ornamental.

Dimensões: gigante.

Músculos: proeminentes, especialmente os músculos do peito e da coxa.

Plumagem: penas curtas, duras e dispersas, aderentes ao corpo e de todas as cores.

Pele e mucosas: amarelo.

Cabeça: longa, média-grande, harmônica, convexa.

Crista: Tripla ou bola, bem definida.

Rosto: liso ou com rugas.

Orelhas: ovais, pequenas e planas.

Olhos: grandes, de todas as cores.

Bico: amarelo médio, vigoroso, ligeiramente curvado ou chifre.

Barbas: simples (barbela de boi) sem limitação de tamanho, dupla (com ausência total ou pelo menos 1 cm), textura fina uniforme e macia.

Pescoço (galo): longo, com capa abundante, flutuando sobre os ombros, ligeiramente arqueado.

Pescoço (galinha): longo, ligeiramente arqueado, proporcional ao corpo, afunilando em direção à cabeça.

Dorso: médio-longo, moderadamente largo ao longo de seu comprimento e se estreita até atingir a base da cauda, ​​ligeiramente arqueado.

Peito: cheio e saliente, geralmente sem penas na quilha.

Asas: grandes, próximas ao corpo, terminando na base da cauda.

Cauda (Galo): média a pequena, com foices bem destacadas e curvas, penas externas em evidência e penas internas menos evidentes que cobrem a base da cauda.

Cauda (galinha): média a pequena, mais fechada que o macho.

Coxas: longas, musculosas com pouca plumagem, postura vertical, com o corpo muito proeminente, as canelas devem estar livres de plumagem.

Dedos (galo e galinha): num total de quatro, longos e bem distribuídos, o dedo traseiro deve tocar o avião.

Pernas e pés: amarelo, laranja.

ALTURA MÍNIMA (comprimento): Galo: 100 cm-galinha: 85 cm.

Peso: galo: a partir de 4,5 kg

Peso: galinha: de 3 kg

Ovo: médio a grande. Cor: branco, bege, vermelho, azul e verde (peso: 55 a 75 g).

A deposição começa cerca de 180 dias.

Colocação anual: cerca de 160 ovos.

Vida reprodutiva masculina: até 4 anos em média, atinge a maturidade aos 6 meses, atingindo a plenitude aos 20 meses, idade considerada ideal para exposições.

Galinha de vida reprodutiva: A partir de 7 meses e pode ser utilizada até 4 anos, o ideal é usá-la até 30 meses, atingindo a plenitude aos 20 meses, idade considerada ideal para exposições.

Padrão da raça

Padrão da raça índio Cascas Gigante
ABCIG - Associação Brasileira dos Criadores de Índio Gigante
Registrado em 01 de abril de 2012

Família: Phasianidae
Sub-família: Phasianinae
Gênero: Gallus
Espécie: Domesticus
Raça: ÍNDIO GIGANTE

Origem da Raça
País de origem: Brasil
Raças formadoras: descendente das raças combatentes (rinha), Raças
puras (Shamo e Malaio) e galinha caipira brasileira (Sem Raça Definida). Ornamental.

Características Morfológicas:
(Fisiologia) capacidade: Ornamental.
Portas: Gigantes.
Musculatura: Proeminente, destacando-se a musculatura do peito e da coxa.
Plumagem: Penas curtas, duras, escassas, ajustadas ao corpo e de todas como núcleos.
Pele e mucosas: Amarela.
Cabeça: De comprimento médio a grande, harmônica, convexa.
Crista: Triplo ou bola, bem definida.
Rosto: Lisa ou com rugas.
Aurículas: ovais, lisas de tamanho moderado.
Olhos: Grandes, de todas as cores.
Bico: Médio, vigoroso, ligeiramente curvado, amarelo ou chifre.
Barbelas: única (barra de boi) sem restrição de tamanho, Dupla com ausência total ou máxima de 1 cm, uniformes de textura fina e macia
Pescoço (galo): Comprido com esclavina abundante, flutuando sobre as espáduas, levemente arqueado.
Pescoço (galinha): Comprido, levemente arqueado, proporcional, afinando para a cabeça.
Costas: Médio a comprido, moderadamente largo em toda a sua extensão e depois até chegar à base da cauda, ​​levemente arqueado.
Peito: Cheio e saliente, geralmente desprovidos de penas no ponto da quilha.
Asas: Amplas, Ajustadas ao corpo, terminando na base da cauda.
Cauda (galo): Média a pequena, com penas bem destacadas e curvas, penas internas aparentes e penas externas cobradas com base na cauda.
Cauda (galinha): Média a pequena, mais fechada do que o macho.
Coxas: Compridas, musculosas com muito pouca pena, na vertical, com inserção no corpo bem-proeminente, como canelas devem ser isentas de penas.
Dedos: nenhum total de quatro, longos e bem distribuídos, o dedo de trás deve incluir assinaturas no chão.
Pernas e pés: Amarelo, laranja.
Dedos: nenhum total de quatro, longos e bem distribuídos, o dedo de trás deve incluir assinaturas no chão.

Informação da companhia
ALTURA MÍNIMA (comprimento): Galo: a partir de 100 cm - Galinha: a partir de 85 cm.

fêmeas
Pesos: Galo: a partir de 4,5 kg - galinha: a partir de 3 kg.
Ovo: Tamanho médio é ótimo. Cor: pack, bege, vermelho, azul e verde (peso: 55 á 75g).
Início de postura: Aproximadamente 180 dias.
Postura anual: Aproximadamente 160 ovos.

Machos
Vida reprodutiva: Até 4 anos em média, quando se trata gradualmente
Maturidade da ave: insira o período de maturidade aos 6 meses, atingindo a plenitude aos 20 meses, com a idade ideal para exposições.
Reprodução: Iniciando aos 7 meses, podendo ser usado até os 4 anos, sendo o ideal usar-os até os 30 meses
Maturidade da ave: insira um período de maturidade aos 7 meses, atingindo uma plenitude aos 20 meses, com a idade ideal para exposições.


Vídeo: Porque criar ÍNDIO GIGANTE? IG dá lucro? (Pode 2021).