Em formação

Raças de frango: Sumatra Nana

Raças de frango: Sumatra Nana

Origem, difusão e características econômicas

Versão anã da antiga raça das Ilhas Sunda. Cor da carcaça: branco ou marfim.

Características morfológicas

Frango anão remanescente do faisão, de forma fina e com tendência ao lutador; hábito médio-alto; plumagem abundante e com uma cauda longa o suficiente com penas duras.
Peso médio:
- Gaules 1,0 kg
- galinhas de 0,8 kg

Sumatra Nana (foto http://rassegefluegel-jugendgruppen-sh.de)

Padrão da raça - FIAV

I - GERALIDADES

Origem
Versão anã da antiga raça das Ilhas Sunda.

Ovo
Peso mínimo g.30
Cor da carcaça: branco ou marfim.

Anel
Galo: 13
Galinha: 11

II - TIPO E ENDEREÇOS PARA A SELEÇÃO
Frango anão remanescente do faisão, de forma fina e com tendência ao lutador; hábito médio-alto; plumagem abundante e com uma cauda longa o suficiente com penas duras e o mais largo possível.

III - PADRÃO
Aparência e características gerais da raça
1- FORMULÁRIO
Tronco: alongado; cilíndrico.
Cabeça: pequena; testa larga e sobrancelhas levemente proeminentes.
Bico: curto e poderoso; Preto.
Olhos: íris marrom o mais escuro possível, sem no entanto ficar preto.
Crista: crista da ervilha; pequeno e bem implantado; tons enegrecidos. Mais escuro na galinha.
Bargigli: muito curto; ideal se recém-desenvolvido; vermelho escuro a preto; eles deixam a garganta nua visível.
Rosto: preto, com penas pequenas e finas. Mais escuro na galinha. Nas cores Wild e Black Gold, é tolerado mais avermelhado.
Caxumba: extremidades pouco desenvolvidas; vermelho escuro a enegrecido.
Pescoço: de comprimento médio; ricamente emplumado; transportado vertical com lanceolato muito largo.
Ombros: um pouco proeminentes.
Dorso: comprimento médio; ligeiramente inclinado. Garupa bastante longa com lanceolada abundante e larga.
Asas: fechadas, bem fechadas ao corpo e altas vazões.
Cauda: muito rica em penas, alcance horizontal, mas sem esfregar o chão; foices longas com ráquis e barbas o mais largas possíveis, que se curvam somente após a segunda metade da cauda; abrigos abundantes. Na galinha, o mais estreito e o maior tempo possível, pode ser transportado horizontalmente com ampla plumagem.
Peito: largo e ligeiramente elevado.
Pernas: pernas de comprimento médio e poderosas. Tarso de comprimento médio; flocos finos; cor azeitona até verde preto, com sola amarelada do pé; esporas múltiplas; a presença de esporas na galinha é permitida. Dedos de comprimento médio.
Barriga: pouco desenvolvida.

2 - PESOS
GALO: Kg. 1,0
HEN: Kg. 0,8

Defeitos graves:
Corpo muito curto, estreito ou grosso; cauda longa demais; plumagem muito macia ou fraca; rosto vermelho claro; tarso claro; sola do pé branca ou rosa.

3 - PLUMAGEM
Conformação: larga e longa; plumagem do corpo rígido.

IV - CORES

PRETO
GALO e GALLINA
Preto profundo com fortes reflexos em verde escaravelho.
Defeitos graves: ausência de reflexos verdes.

OURO PRETO
GALLO e GALLINA
Cor de fundo preto intensa com fortes reflexos em verde escaravelho. No galo capa vermelha ou algum lanceolato vermelho. Mais ou menos vermelho nos pequenos abrigos das asas e nas costas. Na cabeça da galinha e capa com vermelho misturado e visível. Um pouco de vermelho na plumagem do peito é tolerado. Casaco preto puro.
Defeitos graves: ausência de reflexos verdes.

SELVAGEM
GALO
Cabeça marrom escura. Cabo e garupa marrom-vermelha com chamas negras. Ombros, abrigos de asas pequenas e costas marrom-avermelhadas escuras. Remiges pretos primários. Remiges secundários pretos com borda externa marrom que forma o triângulo da asa. Bandas de asa e cauda preta com reflexos verdes. Peito, barriga e pernas pretas.
GALINHA
Plumagem da cabeça quase preta. Capa enegrecida com bordas estreitas marrom-avermelhadas. Plumagem do pêlo marrom com raquis leves, borda de penas pretas e reflexos verdes muito grossos com salpicos pretos. Peito de salmão até castanho. Barriga e pernas cinza-preto. Timoneiro preto.
Defeitos graves: cor fortemente incorreta; ausência do triângulo da asa no pau.


Vídeo: Sumatra - Uma raça bonita e rara (Pode 2021).