Interessante

Plantas de água salgada do Havaí

Plantas de água salgada do Havaí

As ilhas havaianas abrigam inúmeras espécies de plantas marinhas, incluindo algas e outras algas. Eles ainda são incorporados à dieta do povo do Havaí. Muitas dessas plantas marinhas têm sabores salgados e picantes. Limu também é muito rico em minerais e vitaminas A, B12, C e riboflavina. As águas do Havaí também suportam plantas marinhas exóticas introduzidas, algumas das quais se tornaram invasivas.

Algas

Algas verdes, marrons e vermelhas estão presentes nas águas costeiras do Havaí, onde a luz solar pode penetrar. A principal diferença entre esses grupos de algas são seus métodos de fotossíntese, que envolvem pigmentos especializados chamados cloroplastos. Esses pigmentos também dão às plantas suas respectivas cores. Algumas dessas algas têm relações simbióticas interessantes com várias espécies de coral, o que lhes oferece um ambiente protegido em troca de nutrição derivada da fotossíntese. Outras algas vivem diretamente nas rochas ou areia e fornecem uma importante fonte de alimento para os animais marinhos, incluindo a tartaruga verde ameaçada de extinção.

  • As ilhas havaianas abrigam inúmeras espécies de plantas marinhas, incluindo algas e outras algas.
  • Algas verdes, marrons e vermelhas estão presentes nas águas costeiras do Havaí, onde a luz solar pode penetrar.

Algas marinhas

Asparagopsis taxiformis, chamada limu kohu em havaiano, é uma alga marinha macia e peluda com hastes basais extensas encontradas nas bordas dos recifes. Os ramos superiores desta alga marinha são recolhidos para serem amassados ​​e enrolados em bolas. Tem um sabor muito forte e é utilizado em pequenas quantidades para temperar os peixes. Sargassum echinocarpum, ou limu kala, é uma alga marinha espinhosa de cor bronzeada com pequenas galhas semelhantes a frutos encontrados flutuando perto da costa. Ele tem um enorme significado cultural entre os havaianos nativos e ainda é usado em cerimônias e na medicina hoje. Gracilaria parvisipora, ou ogo, é uma alga marinha rosa ramificada com pontas achatadas. É vendido comercialmente e apreciado por pessoas de várias culturas. É ilegal coletar plantas reprodutivas desta espécie, que podem ser identificadas por protuberâncias pretas proeminentes nos galhos. Halophila hawaiiana é uma erva perene rasteira com folhas de centímetros de comprimento. É encontrada em recifes rasos e arenosos ou ao longo das margens de antigos viveiros de peixes costeiros.

  • Asparagopsis taxiformis, chamada limu kohu em havaiano, é uma alga marinha macia e peluda com hastes basais extensas encontradas nas bordas dos recifes.
  • Sargassum echinocarpum, ou limu kala, é uma alga marinha espinhosa de cor bronzeada com pequenas galhas semelhantes a frutos encontrados flutuando perto da costa.

Plantas Invasivas

Nos últimos anos, várias algas invasivas, incluindo Gracilaria salicornia, Hypnea musciformis e Acanthophora spicifera, foram introduzidas acidentalmente em águas havaianas. Gracilaria salicornia, também apelidada de "gorila ogo" porque se assemelha a uma versão maior e mais agressiva da alga ogo comestível, forma extensos tapetes emaranhados de laranja, verde e roxo, que literalmente cobrem os recifes. Hypnea musciformis foi acidentalmente introduzida no Havaí em um carregamento de outra alga que deveria ser cultivada para a produção de ágar. Esta alga de cor castanha é coberta por pequenos ganchos e forma tapetes densos que muitas vezes chegam à costa. Acanthophora spicifera chegou ao Havaí como um passageiro clandestino indesejado no porão de um navio de Guam. Esta alga bege translúcida se assemelha a uma erva daninha espinhosa e é muito quebradiça. Essas espécies exóticas agressivas são agora consideradas a ameaça mais séria aos recifes de coral do Havaí. Os esforços para remover essas pragas invasivas têm sido surpreendentemente bem-sucedidos, em grande parte devido à invenção de uma máquina subaquática semelhante a vácuo usada para remover as algas, que foi apelidada de "super sugador".

  • Nos últimos anos, várias algas invasivas, incluindo Gracilaria salicornia, Hypnea musciformis e Acanthophora spicifera, foram introduzidas acidentalmente em águas havaianas.
  • Gracilaria salicornia, também apelidada de "gorila ogo" porque se assemelha a uma versão maior e mais agressiva da alga ogo comestível, forma extensos tapetes emaranhados de laranja, verde e roxo, que literalmente cobrem os recifes.


Assista o vídeo: Pode pegar PLANTAS da Natureza para o AQUÁRIO? - AA Responde #30 (Janeiro 2022).